Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017
Imagem
WATSON PORTELA COMEMORA 50 ANOS DE DESENHO COM LANÇAMENTO DA REVISAS ECOS DA VIDA. MATUMBO - 21/07/2017 PEDIDOS - watsonportela@gmail.com 
LANÇAMENTO BREVE - EDIÇÃO COMEMORATIVA 50 ANOS DE DESENHO.  ECOS DA VIDA - COLORIZAÇÃO DIGITAL: RAFAEL PORTELA - EDIÇÃO INDEPENDENTE. CRIAÇÃO/ EDIÇÃO/ TEXTO E ARTE: WATSON PORTELA 
EDITORA - ATOMIC PRINT - MARCOS FREITAS. ECOS DA VIDA

Não se trata de “história de terror” porque o meu estilo de desenho, não é compatível com esse tema e também, queria sair um pouco da ficção. Sem a obrigação de cumprir prazos, já que não foi feito pra nenhuma editora, “Zé Cururu”, é mais uma sátira, (um pouco exagerada sobre lobisomem, enquanto que “Sombra da Morte”, foi uma história que minha mãe contava, quando eu era moleque.. “ Uma Bala Certeira” , é uma adaptação livre. “ Besta-Fera” , foi trabalhada em cima de um cordel, e finalmente, “ A Tempestade”,  a última HQ. Que fiz! A revista já estava fechada, mas, tiramos “O Rei Orobó IV”,pra colocar no “Paralelas” (Dev…

ELEMENTOS DA CIBER - NARRATIVA I

Imagem
Em toda ciber-narração podem distinguir-se os seguintes elementos: do ciber-narrador (aquele que conta a história), as ciber- personagens, a ação ou série de acontecimentos narrados, o ciber - espaço e o tempo surreal em que esses ciber - acontecimentos ocorrem. As personagens
As personagens são os seres que realizam a ação. O leitor conhece-os pela descrição que o narrador faz, por suas atitudes, pelo que fazem e dizem. Geralmente são pessoas, reais ou fictícias, mas também podem ser animais ou objetos personificados. PUNK ( WATSON PORTELA ) 1988/ADAPTAÇÃO 2017 Personagem criado em homenagem ao meu filho - Rafael Portela

SUPRA-REALIDADE EM HQS

Imagem
Cibercultura é a a Supra-realidade fundamentada no universo paralelo.
Watson Portela Matumbo 19.07.2017
Como desenhista autor, sempre procurei colocar no papel, o que vinha em mente, sem fazer qualquer tipo de "análise" do que ia colocando em prática. O que quer que tenha feito, se tiver uma "tradução" para um tipo de qualificação, sobre o ontem e o hoje, foi inconsciente. Seria impossível qualquer tipo de planejamento, já que minha única proposta era passar pro leitor, a diversão das histórias em quadrinhos. O tema "ficção", era o que mais aguçava a minha mente, e foi nisso que sempre me senti a vontade para trabalhar. Portanto, qualquer comparação feita, apenas me faz ver algo que nunca imaginei. Com tudo isso, observo e me resguardo, sem nenhuma vaidade, ou quaisquer outro tipo de posicionamento de orgulho. Minha simplicidade é tudo o que tenho de valor, e minha humildade, estão acima de tudo.  Falar da Cibercultura e falar de elementos científicos como: r…